Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Após neve no nordeste, EUA têm tornado no sudeste do país

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

6 min de leitura

Foto: Getty Images

Revisado por: Paula Soares

 

No final de semana e início desta semana, houve queda de neve e muito frio no Nordeste dos Estados Unidos. Situação mais típica para janeiro na região, lembrando que no início deste março de 2022 os dias foram mais quentes nessas áreas.

 

A queda de neve contribuiu para o engavetamento no início da segunda-feira (28) na Pensilvânia, deixando pessoas feridas e causando mortes.  


Durante a passagem da frente fria pela região, junto com o ar de origem do Ártico, houve a ocorrência do "Snow squalls" no nordeste dos Estados Unidos (ou seja, na Pensilvânia). Esse fenômeno é uma tempestade de neve intensa, com curto período de duração, ocorrendo em menos de uma hora. Durante sua ocorrência, há uma grande redução da visibilidade horizontal, pois o horizonte fica esbranquiçado e também há uma queda maior da temperatura, o que deixa as estradas geladas em poucos minutos. Na sua ocorrência, há queda de neve moderada a forte, com acúmulo significativo e com fortes rajadas de vento nesse curto período.

 

 

neve2

Exemplo de visibilidade reduzida durante um "Snow squalls". Fonte:Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos (NWS-National Weather Service)

Acumulado de neve dos últimos dias no nordeste dos Estados Unidos

 

sfav2_CONUS_72h_2022032912

Acúmulo de neve entre às 12UTC do dia 26/03 e às 12UTC do dia 29/03 nos Estados Unidos. Fonte: NOAA

 

Ressalta-se que entre os dias 26 e 29/03 caiu entre 2 e 46 cm de neve na faixa nordeste dos Estados Unidos, segundo dados da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional(NOAA). 

 

 Tendência para esta semana nos Estados Unidos

Como o Polar Vórtex ou o Vórtice Polar se quebrou recentemente, os padrões típicos da primavera vão retornar nos próximos dias nos Estados Unidos. 

 

Além disso, o avanço de uma nova frente fria, com seu ciclone extratropical pelo país, mais a forte corrente de jato em altitude  (a mais de 9km de altitude) e a umidade constante que vem do Golfo do México (em torno de 1,5km de altitude), trarão temporais e condições para tornados nos Estados Unidos. 

 

O risco maior para tornados é no sudeste do país na quarta-feira (30) - como em Louisiana, Mississippi, Alabama, Tennessee, Arkansas, Missouri, Indiana, Illinois, Texas, Oklahoma, Kentucky; e possibilidade de tornados nesta terça-feira (29), especialmente no Texas e em Oklahoma.

 

 

risco1

Mapa de risco para tornado para o dia 29/03/2022

 

 risco2

Mapa de risco para tornado para o dia 30/03/2022

 

 gfs_uv250_us_8

Previsão da posição das fortes correntes de jatos a mais de 9km de altitude nos EUA. Fonte: TropicalTidbits

 

 

Aliás, como a variável SR Helicidade está acima dos 400, há grande potencial para formação de tornados, pois determina o total de vorticidade horizontal disponível para alimentação da tempestades. Além disso, há outras variáveis, e analises sinóticas que estão favoráveis a formação desse fenômeno nesta terça e quarta-feira (30).

 image (7)

Variável SR Helicidade para o dia 30/03/2022. Fonte: Pivotal Weather

 

Espera-se entre 40 e 100mm na média de chuva sobre o sudeste e norte dos EUA. Como no norte da Florida, no sul do Alabama, no oeste e sul da Geórgia, na Carolina do Sul, no Tennessee, em Arkansas, no Oklahoma, no leste e nordeste do Texas, em Wisconsin, Michigan.

 

 gfs_apcpn_us_15

 Previsão de acumulado de chuva até o dia 01/03/2022. Fonte: TropicalTidbits.

 

Por curiosidade: O Vórtice Polar ou Polar Vortex é uma circulação estratosférica em larga escala (isto é, uma circulação atmosférica localizada dentro da camada da atmosfera que está posicionada diretamente acima da troposfera), que oscila de certa forma na sua posição das regiões ártica e antártica durante os meses de inverno nos respectivos hemisférios.

 

Ou seja, o Vórtice Polar, nos Hemisférios Norte e Sul, é uma grande área de baixa pressão atmosférica, nos altos níveis, com o ar frio circulando ao redor dos polos norte e sul da Terra. O termo vórtice refere-se ao fluxo de ar no sentido anti-horário (no hemisfério Norte, mas horário no hemisfério sul) que ajuda a manter o ar mais frio próximo aos polos. Frequentemente, durante o inverno no Hemisfério Norte (ou no inverno do Hemisfério Sul), o vórtice polar se torna menos estável e se expande, enviando ar frio do Ártico para o sul, sobre os Estados Unidos e Europa, por exemplo, com a corrente de jato (assim como envia o ar frio do sul (da Antártica) para o Brasil). 

 

Risco de tempo severo também no Sul do país, confira:

ALERTA DE TEMPO SEVERO PARA O SUL DO BRASIL

 

Temporais também no Norte do Brasil nos próximos dias

 

+ mais notícias