Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Semana vai terminar com frio em parte do BR e geada no Sul

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura

 

Após a passagem da frente fria associada ao ciclone extratropical, o ar seco e frio de origem polar ganha força no centro-sul do Brasil. Com isso, a chuva perde força e o tempo fica firme. Porém, mesmo com o retorno do sol, o destaque será o frio em muitos municípios. A Climatempo prevê até geada em algumas localidades do Sul.

 

O tempo já fica firme na quinta-feira por amplas áreas do Sul, em São Paulo, sul de Minas, Triângulo Mineiro, Mato Grosso do Sul e centro-sul de Mato Grosso. Mas, apesar do enfraquecimento da chuva, ainda será um dia de atenção para ventos fortes em todas as regiões citadas. O vento pode provocar alguns problemas ainda.

 

Além do vento intenso, outro destaque será a queda acentuada de temperatura. A madrugada já será fria em muitas áreas e mesmo no período da tarde a sensação ainda será de frio em muitas áreas.

 

friioo

Mapa de temperatura mínima para quinta-feira(05) - fonte: Climatempo/SMAC

 

Na sexta e no fim de semana as noites e madrugadas seguem geladas, com temperaturas abaixo de 10°C em muitas áreas. Com mínimas abaixo de 5°C, regiões como o Planalto Catarinense, sul do Paraná e serras do Rio Grande do Sul e Santa Catarina podem registrar geada durante as madrugadas.

 

 

As capitais Florianópolis e Porto Alegre registraram a menor temperatura máxima de 2022 , até agora, nesta segunda-feira, 3 de maio. O frio ainda vai persistir e o destaque é ainda maior durante as próximas noites e madrugadas. Curitiba terá uma queda mais acentuada na quarta-feira.

 

A capital paulista pode bater recorde de madrugada mais fria do ano da quinta-feira até o domingo. Neste período as mínimas ficam entre 12 e 14°C, sendo que, até o momento, a menor temperatura registrada em 2022 na cidade foi de 13,1°C no dia 16 de abril.

 

As capitais Cuiabá e Campo Grande também podem bater recorde nos próximos dias. Confira aqui os detalhes.

 

+ mais notícias