Chuva e nebulosidade causam queda da temperatura no RJ

13/01/2017 às 21:58
por Josélia Pegorim

Atualizado 14/01/2017 às 12:03

Oferecimento
Tarde de do dia 13 foi a mais fresca do ano na capital

Chuva e nebulosidade causam queda da temperatura no RJ

Com a temperatura máxima de 27,2°C nesta sexta-feira, 13 de janeiro, a cidade do Rio de Janeiro teve a tarde mais fresca de 2017 e mais amena desde o dia 17 de dezembro de2016, quando foi registrada a máxima de 25,0°C, de acordo com as medições do Instituto Nacional de Meteorologia.

 

A grande quantidade de nuvens e a chuva que estão sobre o estado do Rio de Janeiro há mais de 24 horas reduziram o calor em todas as regiões fluminenses. Segundo do INMET, a maior temperatura nesta sexta-feira no estado foi de 31,6°C em Cambuci. Na quarta-feira, 10 de janeiro, esta mesma cidade registrou 38,8°C e foi a maior temperatura no Brasil.

No fim de semana, com a expectativa de períodos com sol e muitas nuvens, a temperatura sobe, mas não alcança valores elevadíssimos como vinha ocorrendo até o meio da semana. Nas cidades serranas ocorre até uma ligeira sensação de frio à noite.

 

Chuva eleva nível dos rios na região serrana

 

Fim de semana

Neste fim de semana, as áreas de instabilidade enfraquecem sobre o estado do Rio de Janeiro. A quantidade de nuvens ainda será grande, mas já se pode esperar por períodos com pouco de sol. Porém, as condições para chuva permanecem altas tanto no sábado como no domingo. A chuva deve voltar a cair especialmente à tarde e à noite, com risco de raios e podendo chover com moderada a forte a intensidade.

 

Alerta contra dengue, chikungunya e zika aumenta com a chegada do verão

 

Encostas e nível dos rios

A região serrana do Rio de Janeiro, cidades da Baixada Fluminense e da Costa Verde receberam um volume de chuva muito elevado esta semana. O solo encharcou e o nível dos rios está alto, atingindo estágio de alerta para transbordamento.

A chuva deste fim de semana é preocupante, pois mesmo que chova menos do que nos últimos quatro dias, a possibilidade de queda de barreira nas serras e de transbordamento de rios é maior por causa do grande volume de chuva que caiu nos últimos dias.

Veja quanto choveu entre 10 e 13 de janeiro de acordo com as medições do CEMADEN -

Centro Nacional de Monitoramento e Desastres Naturais.

 

Notícias - informações importantes do tempo e do clima

 

Chuva volumosa

Saquarema, no litoral do estado do Rio, foi a região onde mais choveu no Brasil entre 10h do dia 12 e 10h do dia 13 de janeiro (horário de Brasília), pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia. Foram acumulados 110,6 mm neste período.

Grandes volumes de chuva caíram sobre o estado do Rio de Janeiro desde o início desta semana. Totais de 100 mm ou mais em 24h foram registrados em várias áreas do estado. O calor intenso, o enfraquecimento de um sistema de alta pressão sobre a Região Sudeste e a passagem de uma frente fria pelo litoral fluminense entre os dias 12 e 13 de janeiro deixaram o tempo mais instável. Mais nuvens carregadas se formaram sobre o estado do Rio de Janeiro nos últimos dias e a passagem da frente fria fez com que a chuva chegasse também ao norte do estado, onde o tempo estava muito quente e seco até meados desta semana

 

Confira quanto choveu em 24h, entre 18h do dia 12 e 18h de 13 de janeiro de 2017

 

 

Saiba o que é SMAC: Sistema de Monitoramento e Alerta Climatempo

 

CIDADES RELACIONADAS

Rio de Janeiro - RJ

20°
min

34°
max

17mm / 90%

Serra - ES

23°
min

34°
max

2mm / 60%

FASES DA LUA

  • Nova
    15/02
  • Crescente
    23/02
  • Cheia
    31/01
  • Minguante
    07/02

ESTAÇÕES DO ANO

  • Verão
    21/12
  • Outono
    20/03
  • Inverno
    21/06
  • Primavera
    22/09