Chuva forte e volumosa na Região Norte nos próximos dias

18/12/2017 às 18:05
por Josélia Pegorim

Atualizado 18/12/2017 às 21:46

Oferecimento
Acre, Amazonas e Rondônia vão acumular grandes volumes de chuva esta semana.

A primavera está terminando com muita chuva em quase todos os estados da Região Norte do Brasil. A última semana da estação começou com grandes volumes de chuva sobre o Pará e sobre o Tocantins. Em Tucuruí choveu 106,0 mm entre 10 horas do dia 17 e 10 horas do dia 18 de dezembro, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia. Foi o maior volume de chuva no Brasil neste período de 24 horas.

 

Os volumes acumulados neste período sobre Santana do Araguaia e de Rondon do Pará e também sobre Pedro Afonso, no Tocantins, ficaram entre os dez mais elevados do país. Nesta segunda-feira, 18, também choveu forte em áreas de Rondônia. Em Vilhena foram 41 mm de chuva acumulados em 8 horas de chuva. Choveu forte também em Cacoal e teve temporal em Belém.

 

Semana com chuva volumosa

O tempo fica muito instável em quase toda a Região Norte nos próximos dias e a chuva vai cair forte e volumosa sobre vários estados. Só Roraima ficará fora da área de temporais. Até o Amapá pode ter chuva moderada a forte.

O Pará e o Tocantins continuam tendo pancadas de chuva regulares especialmente à tarde e à noite e com risco de vários temporais, incluindo as capitais Belém e Palmas. Mas a chuva mais frequente e volumosa deve ser observada sobre os estados de Rondônia, Acre e Amazonas. Várias áreas destes estados devem receber pelo menos 100 mm de chuva apenas nos próximos cinco dias, no período de 19 a 23 de dezembro de 2017. A chuva desta semana poderá ser forte e causar transtornos também nas capitais Porto Velho e Rio Branco.

Acompanhe a previsão para a Região Norte

 

 

Chuva estimada para a Região Norte de 19 a 23 de dezembro de 2017

 

 

Alta da Bolívia

A intensificação e persistência das áreas de instabilidade sobre o Acre, Amazonas e Rondônia está associada com forte circulação do sistema de alta pressão atmosférica conhecido como Alta da Bolívia, que vai influenciar várias áreas do Brasil no restante do mês de dezembro . Este é um dos sistemas meteorológicos típicos do verão na América do Sul e é observado em altos níveis de altitude, em torno 10 mil metros acima da superfície. O nome Alta (pressão atmosférica) da Bolívia é porque o centro deste sistema fica em média sobre este país.

Na animação de imagens de satélite, a circulação anti-horária da Alta da Bolívia pode ser identificada pelo giro das nuvens neste sentido na região entre o Brasil, o Peru, a Bolívia e o Paraguai. Dá para perceber melhor o giro anti-horário pelas nuvens altas que saem da costa do Peru e entram na costa norte do Chile.

 

 

Circulação da Alta da Bolívia pode ser vista nas imagens de satélite pelo giro anti-horário da

massa de nuvens na porção esquerda da animação.

 

 

O verão começa oficialmente no dia 21 de dezembro, às 14h28, pelo horário de Brasília.

Confira a previsão climática da Climatempo para o verão 2018 no Norte do Brasil.

 

 

 

 

 

Foto de Carlos Eduardo Almeida, Ji-Paraná (RO)

 

 

#Fotografeotempo! A sua foto poderá ficar em destaque. Participe!

 

seu vídeo pode ser divulgado no nosso canal do Youtube, no site e nas redes sociais. É só gravar a condição do tempo e mandar para o nosso Whatsapp: 11 9 9420-7548.

 

Notícias - informações importantes do tempo e do clima

 

Agroclima Pro: produtividade e redução de custos para o seu negócio

 

Climatempo Consultoria: monitoramento, planejamento, previsão climática

 

CIDADES RELACIONADAS

Belém - PA

24°
min

33°
max

15mm / 67%

Palmas - TO

22°
min

36°
max

0mm / 0%