Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Meteorologia em uma Mineração 360°

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

8 min de leitura

Neste boletim, vamos abordar como a meteorologia pode ser utilizada dentro das empresas de mineração. Saiba como reduzir o risco e aumentar os ganhos com as informações meteorológicas em diversos segmentos de sua mineradora, através de uma visão 360°.

 

Em conversas constantes com nossos clientes, identificamos as principais áreas dentro das mineradoras que utilizam o SMAC (faça um teste). Com ênfase na importância da ferramenta para a segurança dentro da operação e na redução de custos, listamos abaixo as principais áreas que utilizam regularmente as informações meteorológicas:

 

 Estudos de Viabilidade

No início dos projetos de mineração e/ou ampliação de plantas é fundamental estudos meteorológicos para dimensionamento da nova estrutura. Nesta fase, costuma-se analisar informações como: recorrência histórica de chuvas, ventos e descarga atmosféricas (raios), observando os fenômenos com maiores intensidades registradas no período analisado.

 

Exemplos:

1.  Volume de chuva máximo registrado nos últimos 100 anos.

2.  Acumulado de chuva máximo registrado em 72 horas nos últimos 100 anos.

3.  Velocidade do vento e rajada máxima registrada.

4.  Período com maior ocorrência de raios e intensidade máxima registrada para dimensionar o aterramento.

 

Prospecção de Áreas para Lavra

Nesta fase, as equipes saem a campo, expostas aos riscos meteorológicos e geotécnicos, como raios e deslizamentos, respectivamente. Em algumas regiões, o risco de queimadas também pode expor a equipe, além dos equipamentos. Com o auxílio do SMAC, as equipes de segurança e meio ambiente optam por monitorar todas estas condições, a fim de definir o rumo da equipe e diminuir a exposição ao risco até o período de extração. As maiores complicações costumam ser com transporte e equipamentos em locais de difícil acesso.

 

dfdsvfb

Figura 1: Área de Mineração – Fonte: iStock

 

 

Planejamento

As equipes de planejamento permeiam em várias áreas e, praticamente, estão presentes em todas as partes do processo, a fim de minimizar o desvio operacional e produtivo. Dentre as constantes solicitações, estão:

 

1.  Histórico de dados meteorológicos, para identificar problemas ocorridos no passado.

2.  Previsão do tempo para 15 dias, para planejamento de curto prazo das operações.

3.  Previsão climática para 12 meses, com foco no planejamento de longo prazo.

 

 

Meio Ambiente

A equipe de  acompanha as condições meteorológicas para diversas ações dentro de suas operações, como o monitoramento das chuvas nas barragens para evitar o transbordo e o monitoramento dos ventos para operar com risco mínimo quanto a dispersão de material particulado, diminuindo de forma significativa o impacto no meio ambiente e nas sociedades vizinhas. Dentre as possibilidades de serviços, estão:

 

1.  Monitoramento e previsão das chuvas nas bacias, a fim de controlar o nível das barragens.

2.  Monitoramento e previsão da direção e velocidade do vento, para controle do ruído e dispersão dos poluentes nas comunidades ao redor da planta.

 

 

Minas a Céu Aberto

Nesta fase, uma das informações mais utilizada é o monitoramento em tempo real das condições de chuva, vento e raio, com a finalidade de aumentar a segurança da operação e minimizar o tempo de parada entre a ocorrência dos fenômenos meteorológicos e a retomada da operação. O monitoramento tem por principal finalidade resguardar a vida da equipe, auxiliando na evacuação de área. Os alertas são georreferenciados, e isso permite um maior ganho de tempo para a realização da operação em campo, além de prover mais segurança e agilidade, indicando o momento certo do retorno das atividades. Com isso, diminui-se, de forma significativa, o risco da equipe e aumenta-se o ganho operacional.

 

 

Obras e Manutenção

As mineradoras têm executado diversas obras de melhorias em suas plantas. Para isto é fundamental que as construtoras e as equipes de manutenção estejam de acordo com o regime de segurança aplicado dentro da mineradora. O uso da ferramenta SMAC tem sido determinante tanto para a mineradora, nos processos de manutenção interna, quanto para as construtoras que prestam serviço, a fim de resguardar a vida de seus funcionários e de suas operações, cumprindo os prazos de obra acordados, diante de qualquer condição meteorológica, visto que chuva e raios são fatores que causam acidentes e atrasos.

 

fegtheyhj

Figura 2: Obra numa área de Mineração – Fonte: iStock

 

 

Linhas Férreas

mineradoras em nosso portfólio que também operam linhas férreas e executam suas manutenções. Para estas operações, monitoramos as seguintes variáveis:

 

1.  Chuvas nos trechos, com ênfase em locais com risco de deslizamentos.

2.  Raios nas linhas, diminuindo o risco durante as manutenções, pois a linha férrea é um condutor elétrico.

3.  Temperatura no trilho, pois existe a possibilidade do trilho expandir com o calor e causar acidentes.

 

 

Minerodutos

Para as empresas que possuem minerodutos, é fundamental acompanhar as condições meteorológicas em toda sua extensão, observando as condições de raios e chuva, resguardando as equipes que operam nestas áreas e enviando boletins com a recorrência das chuvas e risco de deslizamento em pontos críticos, protegendo a sociedade, o meio ambiente e os ativos da empresa.

 

 

Portos

Praticamente todo minério extraído no território brasileiro é exportado e este processo ocorre através dos portos. Atualmente, nossos clientes também monitoram a operação dos seus terminais portuários, trazendo segurança para os operadores e ganhando agilidade nas operações, através de análises meteorológicas e das informações das condições do mar.

 

 

Energia

Por fim, as empresas de mineração possuem um alto consumo de energia e muitas vezes, a energia é adquirida no mercado livre, onde a Climatempo opera fortemente e tem grande expertise. Com isso, muitas mineradoras têm recorrido as informações de Clima, para efetuar a compra, e em alguns casos a venda, de energia em momentos mais favoráveis, tendo ganhos financeiros significativos. Este ganho vem através da maior segurança nas operações, mitigando o risco a vida e dos equipamentos, com redução das horas perdidas na operação por conta de condições de tempo severo.

 

Quer receber informações relevantes do setor de Construção e Mineração?

Entre no nosso Grupo de Construção & Mineração

 

Por Camila Brasiliense, Head do Setor de Construção e Mineração

 

 

+ mais notícias