Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Massa de ar quente causa calor extremo na Patagônia Argentina

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura

Foto: Nahuel Huapi, Argentina/ iStock

 

Uma massa de ar quente, que atuava no Chile, avançou em direção a Patagônia Argentina e deixou o tempo muito quente na região. Foram registradas temperaturas muito elevadas, com recordes de calor em algumas áreas. 

 

Recordes de temperatura

 

A principal causa do calor é realmente a massa de ar quente que atravessou a Cordilheira dos Andes e agora, está atuando sobre essa região da Patagônia.

 

Porém, quando o vento desce as montanhas sofre o efeito do "aquecimento adiabático", devido a compressão do ar, o que contribui para que fique ainda mais quente. 

 

De acordo com o Robson Miranda, meteorologista da Climatempo, é normal ter a passagem dessas massas de ar, mas essa última vinda do Chile foi realmente mais quente do que normal, quase batendo o recorde de dezembro em algumas áreas. 

 

As maiores temperaturas foram registradas na última segunda-feira, dia 06 de dezembro. Em El Bolsón, na província de Río Negro, a máxima registrada foi de 37,3ºC, ultrapassando o recorde do mês que era de 37ºC. Em Paso de Indios, a máxima foi 35,9ºC e em San Antonio Oeste fez 35ºC. Valores acima dos 30ºC foram registrados inclusive no período da noite. 

 

 

Gangorra nas temperaturas 

 

A partir desta terça-feira, dia 07, as temperaturas diminuem. O encontro da massa de ar quente, com uma área de baixa pressão e a passagem de uma frente fria, vai contribuir para a formação de nuvens carregadas que vão espalhar  fortes temporais sobre a Patagônia. 

 

Entretanto, a região vai viver uma gangorra nas temperaturas nos próximos dias. Após a passagem dos sistemas que vão ajudar a aliviar o calor, as temperaturas sobem novamente.

 

Porém, já está prevista a formação de um ciclone extratropical no sul da Argentina, abrangendo toda a Patagônia, com previsão para a volta de temporais e vendavais na região a partir da sexta-feira, dia 10. A temperatura tende a cair mais uma vez. 

+ mais notícias