Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

São Paulo faz aniversário com muito calor

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

Foto: São Paulo (SP), por Irlan Romain

3 min de leitura

 Foto: São Paulo (SP), por Irlan Romain

 

A forte onda de calor que atua sobre o centro-sul do Brasil está com horas contadas, mas antes de acabar, o estado de São Paulo esquenta mais até amanhã. O calor aumenta também na Grande São Paulo e a capital paulista poderá  ganhar de presente de aniversário um novo recorde de calor para 2022.

 


Possibilidade de recorde de calor em São Paulo

 

A cidade de São Paulo completa 468 anos nesta terça-feira, 25 de janeiro de 2022. O recorde atual de maior temperatura para este ano é de 33,8°C, no dia 23 de janeiro, pela medição oficial do Inmet -  Instituto Nacional de Meteorologia. 


A maior temperatura no ano de 2021 foi de 35,7 °C, em 20/9/2021. A maior temperatura para um dia de janeiro, no período de 1943 a 2021, foi de 37,0°C, em 20/01/1999, que é também a quinta maior temperatura já registrada na cidade de São Paulo pelo Inmet

 

Conheça três parques diferentes em São Paulo

 

 

Maiores temperaturas

 

Confira as maiores temperaturas da história já registradas pelo Inmet na estação do Mirante de Santana, na zona norte da cidade de São Paulo, no período de 1943 a setembro de 2021, considerando todos os meses:

 

1       37,8°C    17/10/2014

2       37,4°C    02/10/2020

3       37,3°C    07/10/2020

4       37,1°C    30/09/2020 e 01/10/2020

5       37,0°C   20/01/1999

6       36,7°C   19/01/1999

7       36,7°C    21/01/1999

8       36,6°C    31/10/2012

9       36,5°C    19/01/2015

10     36,4°C    07/02/2014 e 06/10/2020

 

Temperatura cai na virada para fevereiro

 


Mudança climática


Em 468 anos, o Clima da cidade São Paulo mudou e muito. Mas desde que se tem registros regulares, a partir das primeiras décadas do século passado, é muito fácil perceber como São Paulo ficou mais quente, mais seca, com madrugadas menos frias. A chuva também mudou e a garoa sumiu.


Os números não mentem e observando as médias climatológicas para diferentes períodos de 30 anos, é possível ver a mudança climática sofrida por São Paulo.

 

Viver em São Paulo: qual o futuro do clima na cidade?

 

 

Variação da média da temperatura máxima em São Paulo, de 1931 a 2010

 

 

Variação da média da umidade relativa do ar em São Paulo, de 1961 a 2010

 

 

Variação da média da temperatura mínima em São Paulo, de 1931 a 2010

 

 

Variação da média da precipitação média em São Paulo, de 1931 a 2010

+ mais notícias